Valorização das Forças Armadas

A- A A+

Valorização das Forças Armadas em Minas Gerais

A valorização das nossas Forças Armadas (Exército, Aeronáutica e Marinha) também é uma das principais bandeiras do mandato do Deputado Estadual Coronel Henrique. Como Coronel do Exército, servindo a Pátria há quase 30 anos, o parlamentar tem plena convicção de que a interação entre as Forças Armadas e a sociedade é algo fundamental para o fortalecimento do povo de Minas Gerais. Projetos como o das Escolas Cívico-Militares e os Tiros de Guerra, são alguns exemplos.

Uma de suas iniciativas é o Projeto de Lei Complementar nº 20/2019, de sua autoria, que institui que a prestação do serviço militar poderá valer como título em concursos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros em Minas Gerais, bem como o Projeto de Lei nº 1178/2019, também de sua autoria, que institui que o serviço prestado por ex-atiradores de Tiros de Guerras mineiros, será contabilizado para fins de pontuação nos processos seletivos de estudante estagiário.

Os Tiros de Guerra são importantes ferramentas de valorização do futuro dos jovens. São mantidos pelas prefeituras, em parceria com o Exército Brasileiro, em mais de 30 municípios mineiros. Neles, os jovens prestam o serviço militar obrigatório, durante 2h por dia, de 6h às 8h, sendo formados como Atiradores, e instruídos com os princípios do Exército Brasileiro, sem que prejudiquem seus estudos. Atualmente, mais de 3 mil jovens são atendidos pelo programa em Minas.

Presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Escolas Cívico-Militares em Minas Gerais, o professor e Coronel do Exército contribuiu para que fossem abertas 3 escolas nesta modalidade no Estado em 2020, situação em que são contratados 54 militares da reserva, para atuação do lado de fora da sala de aula, prezando pela organização e pela disciplina entre os estudantes.

A Valorização das Forças Armadas perante a sociedade também está presente em sua atuação parlamentar. Neste sentido, prestou homenagem aos militares das Forças Armadas e das Forças Auxiliares (PM e Bombeiros), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Pela primeira vez na história do parlamento, o plenário foi tomado por militares, que buscam a cada dia a melhoria da sociedade. Também prestou homenagem, na ALMG, aos 33 chefes de instrução dos Tiros de Guerra mineiros, bem como às Prefeituras que os mantêm, proporcionando valorização aos que contribuem com o futuro dos mineiros.

O deputado participa ativamente de eventos nos Batalhões do Exército, bem como da Aeronáutica e da Marinha em Minas, como forma de aproximar-se dos militares, a fim de conhecer de que forma sua atuação parlamentar pode contribuir com as Forças Armadas no estado.